quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Amistad

Será que já pararam para pensar no que significam aquelas intermináveis marchas em alguns treinamentos? Como são monótonas e sem sentido. Vai-se do ponto A até o ponto B e volta. Com canções ou sem elas, definitivamente são um pé! Às vezes dois!
Mas, tira-se algo sutíl dessas atividades; o grupo se escuta como um só, ou começa a perceber unidade. Ordem unida é para fazer TUDO igual ao mesmo tempo.
Um corpo, várias consciências.
Ontem, ao fim da tarde, visitei uma mui querida amiga. Me contou suas "aventuras" desde a última vez que nos vimos. E, eu falei dos caleidoscópios, que crescerão se ela os iluminar com tempo.
Andamos juntos por um bom tempo das nossas vidas. Aprendemos a nos respeitar e amar com todas minhas ilimitadas limitações. Foi bom para recarregar e saber que estamos.
Postar um comentário