sábado, 24 de janeiro de 2009

Panache*

Nestes dias (leia-se: ontem à noite) assistí à refilmagem de “A Garota do Adeus” de Neil Simon (The Goodbye Girl). Gostei da primeira vez que assistí em setenta-e-antigamente, e gostei desta nova leitura. Não sei se é o normal do Simon manter um jogo de palavras, a la diable, em toda sua obra, mas tenho assistido outras coisas dele e não fiquei tão entusiasmado.


Anywho... porque colocam filmes como este tão tarde na noite? E, durante o dia nos massacram com bobagens tipo Chuck Norris, BBBs ou American Idol. Nós merecemos.

É só desligar a Tv e pegar um livro, certo? Ou, alternativamente, ir pra cozinha fazer um belo chá de menta –aceito um Earl Grey, também se houver- e editar seu blog pessoal, enquanto bebemos sem pressa.
Acho que os programadores de filmes na televisão devem ter assistido pouco cinema, escalam filmes somente dos anos 70 em diante. Gostaria de assistir El Cid, Forbidden Planet ou Bamboo Saucer, por exemplo. Alguem os viu, ultimamente?
Mas, nem em cine-clube! Será que existem cópias ainda?


Ok, esses dois últimos não são lá o melhor da Sétima Arte, mas são ópções viáveis. Há coisas piores, as vemos todos os dias.

Na música ocorre a mesma coisa. Me nego a acreditar que o mais criativo que se tenha feito ultimamente, em termos musicais, seja a Dança do Créu. Podemos fazer melhor. Devemos fazer mais!
Quem se habilita?
...