quinta-feira, 24 de junho de 2010

Equipes

Comecei a escrever sobre descrição das equipes multiprofissionais corporativas. Na verdade, minha intenção era dar continuidade a um projeto de gestão do conhecimento antigo. Voltar a ele, fazer uma avaliação e desenvolvê-lo mais um pouco.
Achei que valia a pena, como exercício mental pelo menos.
Comecei, dizia eu, a pensar no projeto e acabei indo parar na construção, a conformação da equipe que o desenvolveu. E nas características de cada um de seus integrantes.
Tinhamos um ganso, um peru e uma galinha.
Sim, isso mesmo.
É bem mais fácil de explicar as características da equipe usando esses significantes. Vejam; o ganso no chão é... parece meio canhestro. Mas na água é muito mais desenvolvido que o pato, por exemplo. E no ar é capaz de vôos longos e de levar a si próprio e ao grupo. O peru é óbvio no chão e capaz de vôos curtos a médios com algum esforço. A galinha, apesar de não voar como os outros, no chão vá muito bem obrigado. E todos são aves.
Todos tinham o mesmo objetivo.
Esta equipe foi formada randômicamente, aviso. Foi o acaso que os reuniu!
E, acho que essa foi uma das suas forças.
[continua...]
Postar um comentário